Livros

Informações detalhadas sobre livros de História, além de fotos e resenhas dos livros. Só fazemos a disponibilização do download quando o livro está em domínio público. Não vendemos livros!

História Ilustrada da Grécia Antiga

Livros > Grécia Antiga  |  1,5 mil visualizações

Salvar nos favoritos
Capa do livro História Ilustrada da Grécia Antiga, de Paul Cartledge (organizador)
Autor: Paul Cartledge (organizador)
Título original: The Cambridge Illustrated History of Ancient Greece
Coleção: História Ilustrada
Páginas: 539
Editora: Ediouro
Ano da edição: 2002
Idioma: Português
Skoob: Acessar

Sinopse:

Ricamente ilustrado e escrito por nove especialistas da Grã-Bretanha e da América do Norte, História Ilustrada da Grécia Antiga oferece novas interpretações da cultura grega clássica, devotando a mesma atenção aos aspectos sociais, econômicos e intelectuais que à política e à guerra.


Minhas anotações de leitura

leia no Google Docs

Fotos dessa edição do livro

Veja no Google Fotos

Análise do livro

CARTLEDGE, Paul (org.) História Ilustrada da Grécia Antiga. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.

Essa é mais uma das diversas obras que foram lançadas no Brasil em uma coleção intitulada "História Ilustrada" pela Ediouro. O livro foi organizado pelo historiador Paul Cartledge, e cada capítulo foi escrito por um especialista na História da Grécia Antiga.

Abaixo você confere as fotos dos autores do livro. Eu não encontrei fotos dos historiadores Nick Fisher e Marilyn A. Kataz.

Os autores da obra, da esquerda para a direita. Em cima: Paul Cartledge (org.), Susan E. Alcock, Edith Hall, Catherine Morgan. Embaixo: Karim Arafat, Lesley Dean-Jones, Richard Buxton.

A obra na verdade é bem curta. Não se deixe enganar pelas 539 páginas; as fontes, o espaçamento entre linhas e as margens, além das fotos, reduzem o espaço dedicado ao texto. Sem essas características, a obra provavelmente não teria mais do que 300 páginas. Mas, ao mesmo tempo, essa diagramação contribui para fornecer uma excelente experiência de leitura.

O livro é estranho porque não parece nem voltado para o público iniciante, nem para o intermediário. Alguém que estiver começando a estudar Grécia Antiga vai ter algumas dificuldades ao ler essa obra. Os autores escrevem como se o seu público fosse de estudantes da área, assumindo que o leitor já sabe muita coisa.

Por outro lado, o público intermediário não vai encontrar muitas novidades. A obra acaba se dedicando a uma quantidade de temas tão grande que o resultado é um texto raso, sem profundidade. Alguns exemplos? No capítulo sobre a Filosofia, duas páginas e meia são dedicadas à Sócrates. No capítulo sobre Guerra, o livro dedica duas páginas as Guerras Persas, e a Guerra do Peloponeso recebe três páginas. São descrições muito concisas. Além disso, como o livro foi escrito por vários autores, cada um sendo responsável por um capítulo, há muitas partes com informações repetidas.

Mesmo com todos esses problemas, a obra é interessante. Alguns pontos fundamentais são levantados ao longo do texto, e a divisão por capítulos e subtítulos torna a leitura tranquila e até prazerosa em alguns momentos.

Não gostei muito dos textos escritos por Paul Cartledge. O organizador da obra assina 7 dos 15 textos. Embora sua erudição seja indiscutível, o autor tem uma escrita confusa e pouco organizada. Se perde em devaneios e não parece ter muito claro o argumento que quer defender no texto.

Capítulos, subtítulos e quadros

Para que você tenha uma visão mais completa da obra, tomei a decisão de fornecer um índice completo. No link abaixo você encontra o PDF com todos os títulos e subtítulos dessa versão e suas respectivas páginas. Baixar Índice Completo em PDF.

AEC ao invés de a.C.

Ao longo da obra os autores informam as datas usando o sistema AEC (Antes da Era Comum) e EC (Depois da Era Comum). O livro explica que, como os gregos eram politeístas e não cristãos, "uma notação cristão parece excepcionalmente inadequada".

Na minha opinião uma grande bobagem que só serve para atrapalhar a leitura. As datas permanecem as mesmas, mas ao final dela, ocasionalmente, aparecem essas siglas estranhas (AEC ou EC). Uma grande bobagem.

Ilustrações

O livro se intitula "História Ilustrada", então seria de esperar que a obra fizesse um uso apropriado das imagens. Com fotos bem identificadas, e que tivessem um significado especial para o texto que ilustram, contribuindo para uma maior entendimento dos conceitos e ideias levantadas pelos autores.

Infelizmente, na maior parte dos casos, isso não acontece. As imagens servem apenas ao propósito de enfeitar o livro. Estão, comumente, mal identificadas e, algumas vezes, completamente desconectadas do texto.

Há um exemplo claro dessa situação. Na página 53, um dos autores cita a ilha de Ceos. Logo abaixo, há um mapa do mundo grego. E a ilha de Ceos não está identificada, ao invés, a ilha está marcada como Kéa (um outro nome dado para a mesma ilha). Esse exemplo deixa claro como não houve uma preocupação em conectar os textos as ilustrações.

Resenha publicada em 05/03/2019.

Foto do membro da equipe: Moacir Führ

Escrita por

Moacir Führ

Moacir tem 34 anos e nasceu em Porto Alegre/RS. É graduado em História pela ULBRA (2008-12) e é o criador e mantenedor do site Apaixonados por História desde 2018.

Paul Anthony Cartledge

Paul Anthony Cartledge é um historiador e acadêmico britânico nascido em 1947. Ele foi professor de Cultura Grega e História da Grécia na Universidade de Cambridge, e é autor de mais de 10 livros sobre esse período.

Historiador(a)

Mais livros sobre Mitologia e religião grega

Pierre Grimal

Dicionário da Mitologia Grega e Romana

Paul Veyne

Os gregos acreditavam em seus mitos?

Fustel de Coulanges

A Cidade Antiga

Pierre Grimal

Mitologia Grega

Fechar

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet.
Não seja um troll.

Item salvo nos seus favoritos

Nova atualização do site

Pega Title Pega URL