Publicidade topo
Buscar outros livros por temática

Ancient Greek Warship 500-322 BC

Livro sobre História da Grécia Antiga

Capa do livro Ancient Greek Warship 500-322 BC, de Nic Fields
Título traduzido: O barco de guerra dos antigos gregos 500-322 a.C.
Autor: Nic Fields
Páginas: 48
Editora: Osprey Publishing
Ano da edição: 2007
Idioma: Inglês
Skoob: Acessar

Sinopse:

Formidáveis e sofisticadas, as trirremes eram os navios de guerra mais mortíferos do mundo antigo e, no auge de seu sucesso, os atenienses eram os expoentes dominantes de seu poder devastador. Esses barcos eram projetados para lutar com o poder dos remos, sendo sua arma principal um aríete banhado a bronze situado na proa. Este livro oferece uma análise completa do navio de guerra mais potente do seu tempo; a arma pela qual Atenas conquistou, manteve e finalmente perdeu seu poder e prosperidade.


Imagens

Ainda não temos fotos desse livro, se você tiver e quiser coloborar com o site, envie pra gente através do nosso email contato@apaixonadosporhistoria.com.br.
Os créditos serão atribuídos nas imagens.

Análise do livro

FIELDS, Nic. Ancient Greek Warship 500-322 BC. Osprey: Oxford, 2007.

"O barco de guerra dos antigos gregos 500-322 a.C." é um livro da editora Osprey sobre os trirremes usados pelos gregos no período clássico, ou seja, no período que compreende as Guerras Médicas, o Império Ateniense e a Guerra do Peloponeso.

Falarei a seguir mais detalhamente sobre cada um dos capítulos do livro, antes de dar o meu veredito sobre a qualidade da obra. Abaixo você confere o índice do livro:

O índice da obra.

O conteúdo do livro

O livro é dividido em oito capítulos principais, cada um deles tratando de um aspecto desses barcos. Ao longo de toda obra o autor também apresenta muitas fotos e ilustrações, sobre as quais traçaremos mais comentários posteriormente.

Origens

Primeiramente o autor fala sobre algumas das fontes primárias e os vestígios de birremes (barcos com duas filas de remadores em cada lado) e sobre as origens incertas dos trirremes. A descoberta de um grande veio de prata nas minas atenienses de Laurion, e a ameaça persa que se avizinhava, estimularam os atenienses a construírem sua primeira frota.

Design

O sistema de filas de três remadores e as controvérsias que ainda giram em torno do tema são apresentadas. O autor comenta sobre o tamanho dos remos e do próprio barco, e as incertezas que também cercam esse tema.

Construção

A construção do barco, os materiais utilizados e a sua decoração depois de pronto, são os temas desse capítulo.

Equipe

Aqui o autor faz uma boa apresentação da equipe que formava a tripulação dos trirremes gregos. 200 homens, sendo 170 remadores (85 de cada lado). Nic Fields comenta em detalhes a função de cada um (soldados, equipe técnica e remadores) dentro de um desses barcos.

Em ação

As limitações e os armamentos dos trirremes. Quais eram as táticas utilizadas em batalha e qual era o propósito das batalhas navais na Grécia Clássica. As manobras Diekpolus e Periplous são descritas.

Governando as ondas

As limitações do poder naval e dificuldades em manter os trirremes. A estratégia de Péricles e sua dependência do comércio naval.

A Marinha Ateniense

Uma descrição das práticas atenienses no que diz respeito ao seu poderio naval. Os custos, o tamanho das frotas e as razões do predomínio ateniense em meados do século 5 a.C. A queda da marinha ateniense para a frota espartana na Guerra do Peloponeso e a renascença do século 4 a.C.

Olympias

O Olympias é uma reconstrução de um trirreme feita pela marinha grega em 1987 da nossa Era. Aqui o autor descreve os desafios à sua construção e o resultado de diversos testes feitos pelos gregos modernos na década de 1980 e 1990.

Sobre o livro

Aí está! Agora que já comentamos o conteúdo do livro, vamos dedicar alguns parágrafos à qualidade da obra.

Nenhum trirreme grego sobreviveu. Esses barcos foram construídos com madeira há cerca de 2500 anos, então não há uma grande surpresa nisso. O livro de Nic Fields é recheado de fotos de fontes primárias (relevos e vasos, principalmente) que ilustram o tema do livro.  Mas ainda existem muitas dúvidas sobre o tema e a construção do Olympias em 1987 foi muito importante para sanar algumas delas, embora muitas ainda permaneçam. O livro está recheado de fotos do Olympias, tiradas de múltiplos ângulos para ajudar o leitor a ter uma visão clara dos trirremes.

Nas páginas finais da obra, ao discutir o poder ateniense e as batalhas de Siracusa e Salamina, o autor disponibiliza muitas fotos de seu arquivos pessoal mostrando as praias e os portos na atualidade, o que também ajuda a entender melhor o ponto de vista dos soldados e remadores nesses conflitos.

O livro também conta com sete ilustrações (plates) feitas por Peter Bull, mostrando detalhes dos barcos, da sua construção e sua utilização. Essas ilustrações são acompanhadas de muitos comentários e costumam ser um dos pontos altos dos livros da Osprey. As ilustrações desse livro são as seguintes:

a) Construção do casco
b) Trirreme ateniense
c) Galpão de navios no Pireu
d) Remadores
e) Soldados no barco
f) A manobra Periplous
g) Batalha final do grande porto de Siracusa em 413 a.C.

O autor apresenta uma boa descrição da construção, do funcionalmente em batalha e da equipe que utiliza os barcos. Mas, embora apresente muitos dados interessantes sobre as limitações e dificuldades logísticas, essa parte do livro poderia ter sido muito melhor trabalhada. Mas é difícil culpar o autor já que a própria série da Osprey tem o objetivo de ser introdutória e dispõe de um espaço limitado.

Nic Fields se utiliza de extensa bibliografia de escritores modernos, e de muitos autores antigos como Ésquilo, Heródoto, Tucídides e Xenofonte; o resultado é uma obra muito completa e cuja leitura eu recomendo muito!

Nos próximos dias postarei aqui no site um artigo sobre os trirremes, onde utilizarei como fonte principal a obra desse autor.  Abaixo você confere algumas páginas da obra, tiradas da versão PDF que eu utilizei para fazer a leitura:

Páginas do livro.

Resenha publicada em 06/08/2019.

Nic Fields

O Dr. Nic Fields começou sua carreira como bioquímico antes de ingressar na Marinha Real. Tendo deixado a Marinha, ele voltou para a universidade e completou um BA e PhD em História Antiga na Universidade de Newcastle. Ele foi diretor assistente na Escola Britânica de Arqueologia, em Atenas, e é agora professor de História Antiga e Arqueologia na Universidade de Edimburgo.

Historiador(a)
Foto do membro da equipe: Moacir Führ

Escrita por

Moacir Führ

Moacir tem 32 anos e nasceu em Porto Alegre/RS. É graduado em História pela ULBRA (2008-12) e é o criador e mantenedor do site Apaixonados por História desde 2018.

Comentários dos visitantes

Ícone alerta azul

Contribua para um debate inteligente e educado na internet. Não seja um troll.